PortuguêsEnglish

Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes

1 – Qual a documentação exigida pela universidade estrangeira para quem pretende se inscrever em programas de mobilidade acadêmica?
R – Fica a critério de cada instituição. Desse modo, o aluno deverá entrar na área de relações internacionais do site da instituição estrangeira para confirmar os documentos exigidos pela universidade no exterior.

2- Posso me candidatar para uma universidade não conveniada à UFC?
R – Sim, mas, nesse caso, o próprio aluno deverá arcar com as despesas cobradas pela instituição à qual se candidatou (matrícula, mensalidade, moradia, transporte, alimentação, dentre outros), salvo se a universidade para onde pretende ir seja uma instituição pública.

3 – A UFC tem convênios de mobilidade com universidades de língua inglesa?
R – Sim, mas todas as universidades em países de língua inglesa (Estados Unidos, Canadá, Austrália, Inglaterra, etc.) cobram taxas acadêmicas.

4 – Em qual semestre posso me candidatar à mobilidade acadêmica?
R – O aluno deverá estar entre o terceiro e o antepenúltimo semestre do curso. Outra alternativa é estar com mais de 40 créditos obrigatórios concluídos no início do curso e menos de 40 créditos obrigatórios pendentes. As disciplinas de estágio, trabalho final de curso e atividades complementares não são consideradas disciplinas pendentes.

5 – Quantos créditos devo fazer na IES estrangeira?
R – 16 créditos obrigatórios da UFC para um único semestre e 32 créditos para dois semestres.

6 – Como sei que estou apto a me candidatar para cursar dois semestres?
R – No início do ano, o edital de mobilidade é lançado. Esse edital é para dois semestres na IES estrangeira. Por volta do mês de junho, o segundo edital é lançado. Este, por sua vez, é voltado para uma duração de apenas 6 meses na IES estrangeira. Universidades da América Latina, entretanto, aceitam alunos para dois semestres nesse edital.

7 – Como consertar o status de matrícula “cancelado” ou “abandonado” no histórico escolar?
R – É preciso preencher o Formulário para registro de mobilidade acadêmica disponível no site da PROGRAD:
http://appserver.prograd.ufc.br/survey/index.php/249731/lang/pt-BR/newtest/Y

8 – Como faço para participar da seleção para os programas de bolsas do Banco Santander Universidades?
R – Primeiramente, o Banco Santander Universidades comunica à UFC sobre a abertura de determinados programas de bolsa. Em seguida, a CAI faz a divulgação para a comunidade acadêmica. É preciso, portanto, ficar atento aos meios de divulgação utilizados pela UFC (websites, jornais e revistas da instituição), bem como à página online da CAI.

9 – Quais são os programas de bolsas disponibilizados pelo Banco Santander Universidades para os alunos e professores da UFC?
R – Os programas são:
– Programa de Bolsas de Estudos Fórmula para estudantes de graduação e pós-graduação;
– Programa de Bolsas Ibero-Americanas Jovens Professores e Pesquisadores;
– Programa de Bolsas de Estudo Ibero-Americanas para estudantes de graduação;
– Programa de Bolsas de Estudo Luso-Brasileiras para estudantes de graduação;
– Programa TOP CHINA .

10 – Quando serão lançados os editais do Programa Ciência sem Fronteiras?
R – Basta acessar o site do programa para obter informações sobre os novos editais:

Link para ser inserido no trecho acima:
http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/web/csf/inscricoes-resultados

11 – Para os alunos que já estão em mobilidade pelo programa Ciência sem Fronteiras, como fazer para antecipar o retorno ao Brasil ou prorrogar os prazos?
R – O aluno deve entrar em contato com a CAPES ou CNPq, que deverão informar sobre a possibilidade dessa alteração e sobre os documentos necessários. Caso seja necessário algum documento a ser emitido pela CAI, basta enviar e-mail para secretaria@cai.ufc.br ou telefonar para (85) 3366-7336.

12 – Qual é o procedimento para formalizar um convênio com a UFC?
R – Antes de tudo, deve haver interesse formal de ambas as partes: UFC e IES estrangeira. A seguir, é preciso que seja encaminhada à CAI uma minuta (um rascunho do convênio) via e-mail (intercambio@cai.ufc.br). Ela deve estar preenchida com dados das duas instituições, além de um Plano de Trabalho com Cronograma. Ressalte-se que todo convênio deve estar em duas colunas, uma em português e a outra em língua estrangeira (a CAI pode fornecer um modelo). A seguir, a CAI encaminha a minuta à Procuradoria da UFC, e, logo após os trâmites necessários, encaminharemos os documentos para a IES estrangeira.

13 – É necessária a existência de um convênio para a realização de um doutorado sanduíche?
Não é necessário estabelecer um convênio para um estudante de doutorado da UFC realizar um doutorado sanduíche em uma instituição estrangeira. Para isso, o estudante interessado deve entrar em contato com um orientador na universidade estrangeira e com as agências de fomento (caso necessite de uma bolsa de estudo). Esse trâmite não passa pela Coordenadoria de Assuntos Internacionais, podendo ser realizado entre os dois orientadores (brasileiro e estrangeiro) e pelo departamento onde o estudante realiza seu doutorado.

14 – Posso me candidatar à uma vaga no curso de Medicina na UFC como aluno estrangeiro, para realizar internato médico ?
Sim, desde que sejam preenchidos os critérios estabelecidos na Lei 11.788/2008 e da Resolução Normativa do Conselho Nacional de Imigração de nº88/2010, alterada pela Resolução Normativa nº 111/2014 e desde que o Coordenador do Curso aceite o preenchimento da vaga, quando esta houver.